Instituto Jurumi

O Tamanduá-bandeira é o maior dos tamanduás que existem na Terra. É caracterizado pela longa cauda peluda e pelos milhares de insetos que busca diariamente para se alimentar. Contudo, ainda são necessários mais estudos para que se possa melhor entender a biologia que possui.

Atualmente o Instituto Jurumi tem se esforçado para obter mais informações sobre essa espécie e colaborar para a conservação dela e da natureza como um todo.

Jurumi é termo tupi, que significa ‘boca pequena’, usado popularmente para se referir ao tamanduá que, também em tupi, significa ‘que come formigas’.

As nossas atividades tem a parceria e o apoio da Oficina de Girafas & Cia, que desenvolve um lindo trabalho da valorização da fauna e da biodiversidade do Brasil.

Acesse e saiba mais: www.institutojurumi.org.br